terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Melissa se desenvolvendo...

Oi gente querida!!
Nesses quase quatro meses de muitas alegrias e descobertas com nossa querida sapequinha, vivenciamos tantas coisas, e ao mesmo tempo tão rápidas, que nem tudo é possível anotar e marcar... Estou anotando tudo que consigo em um caderno, pq acho mais fácil assim do que no computador... e nesse exato momento o caderno não está aqui comigo para eu descrever tudo... sendo assim, vou falando de trás para frente, ou seja, do atual para o antigo, conforme for lembrando...rsrsrs

A lindinha da Mel já está virando de bruços de forma completa, uma graça! Vira e fica com a cabecinha levantada olhando para os lados, com carinha de "consegui!!" sabe! rsrsrs... Já está quase pegando os brinquedinhos, mas não consegue segurá-los por mto tempo. Dá seus gritinhos, faz seus sonzinhos... é engraçadinha qdo quer pegar alguma coisa mas não alcança... ela fica bravinha! rsrsrs.... faz cara feia e tudo!

Qdo o papai chega do trabalho sempre dá o maior sorriso do mundo, é lindo de ver!! Ele às vezes, sem querer, dá uma ignorada nela, tão apressado que está em chegar em casa e descansar, mas nada que o hábito não resolva...rsrsrs...

Outra coisa muuito fofa: ela dorme a noite inteira desde os 2 meses!!! E, recentemente, já estou colocando-a no berço ainda acordada, e aí ela dorme "sozinha".

Está na fase oral, então a todo momento coloca a mãozinha, os dedinhos, a fralda, ou o que estiver "à mão" na boca. Agora ela descobriu o dedãozinho, e às vezes o seleciona para chupar...rsrsrs... Tem babado bastante tb.

Eu tenho escovado a gengivinha dela pelo menos 1 vez ao dia... é mto engraçado ela "mordendo" o meu dedo com a dedeira de silicone... ela gosta, dá risada junto.

Está super atenta a tudo!! De onde está ela me acompanha com os olhinhos e depois com a cabeça, qdo necessário. É engraçado pq às vezes ela se vira toda!! rsrsrs... Outras vezes, fixa em algum ponto, e parece que dorme de olho aberto.

Vai aos lugares conosco e é uma gracinha, não é chorona, só chora se quiser mamar... e depois dorme! : )

Tb recentemente descobriu os pezinhos, e de vez em qdo, qdo sento com ela no chão para brincarmos, ela segura o pezinho e mexe nos dedinhos.

Ela está bem durinha, fica sentadinha comigo apoiando, mas a cd dia ela se firma mais sozinha, sentadinha. A Mel continua sapeca, gosta de ficar pulando o tempo todo, gosta que a ergamos acima de nossas cabeças, morre de rir!! : )

Falando sobre rir, ela ri para todo mundo! Amo a minha filha ser simpática assim!! : )

Qdo vou tomar café da manhã ou arrumar a cozinha, coloco-a no carrinho e ela fica tranquila, brincando no carrinho, olhando para tudo qto é lado, etc...

Qdo vai dormir é assim: se está com mto sono mas não dorme, é  só colocar a chupeta e a naninha que ela dorme rapidinho... Ah!! E agora o novo charme é que ela coloca a mãozinha em cima do nariz, tanto qdo está mamando como qdo está com sono e está querendo dormir... gente, é muuuito linda!!

Em compensação, a mamãe está com dor por TODO o corpo: pés, pernas, bacia, braços, pulsos, mãos, dedos... estou podrinha, mas vale cd segundo da minha vida ter a Mel conosco!

Bjs

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

RELATO DO PARTO - MELISSA - DIA 19 DE OUTUBRO DE 2011

Olá queridos amigos e amigas que acompanham (ou melhor, acompanhavam-rsrsrs) esse blog!!  Peço milhões de desculpas pelo mega sumiço... mas desde que a Mel nasceu eu realmente não tive tempo, nem cabeça, para postar... até agora, pois ESTAMOS VOLTANDO!! rsrsrs

Devagarinho vou atualizando as novidades...

Para começar, como não podia deixar de ser, quero contar como foi meu parto. Infelizmente não conseguimos o tão sonhado parto natural, mas passamos por todo o processo, acredito que, na verdade, só não tive o parto vaginal, porque o restante do processo nós vivenciamos, e isso é o que considero mais importante, além do fato da Melissa ter nascido linda e saudável, sem nenhuma complicação.
Então, sem mais blá-blá-blá, vou contar (é graaande tá!!):

"Tudo começou na madrugada de domingo (dia 16/10) para segunda-feira (dia 17/10), pois caiu o tampão era mais ou menos 2h50. Fui ao banheiro e " desconfiei" que era isso; passei a madrugada indo ao banheiro fazer xixi e sentindo umas cóliquinhas, mas bem fraquinhas. Ah! Quando era mais ou menos 5h fomos à Maternidade porque começou a sangrar um pouco. Chegando lá a enfermeira conversou comigo, nem precisou examinar, ela disse que era isso mesmo e eu podia ir para a casa tranquila. Assim, fomos embora tranquilos.
O Lê foi trabalhar normalmente; se precisasse, aí eu ligaria. Na segunda-feira, dia 17/10, fiquei "vazando", pois saía um líquido transparente, sem cheiro. Eu nem pensava se era da bolsa, porque não tinha "estourado"... quando foi umas 3h da tarde, de repente vazou bastante, aí eu achei que era o rompimento da bolsa, mas não tinha certeza, pois me disseram que teria um cheiro peculiar, mto parecido com o de água sanitária, mas como não tinha cheiro nenhum, então fiquei na dúvida.
Às 17h30 tinha consulta com o Dr. Rogério, então resolvi aguardar, sem alarmes. Ah! De madrugada eu liguei para a Tatiana Nagliati, doula mto querida, para avisar que o processo havia começado; ela me tranquilizou, pq na verdade eu não estava nervosa, mas sim ansiosa. Bom, à tarde as cólicas se intensificaram um pouco, então eu já estava com contrações. No consultório elas ritmaram e achamos que a Mel poderia nascer naquela noite ou madrugada do dia 18. Mas isso não aconteceu...
À noite, próximo à madrugada, a Tati veio em casa, deu orientações, tranquilizou-nos e foi embora. A noite foi suportável, pois nem me lembro direito do que aconteceu... só sei que fiquei bastante tempo, com o Lê, contando as contrações para ver se ritmavam (até umas duas da manhã, mais ou menos), mas como não ritmaram, nós conseguimos dormir.
Na terça-feira, dia 18/10, o Lê não foi trabalhar, ficou comigo, pois aumentaram as contrações, em número e em dor. Durante o dia terminamos de arrumar as últimas coisas das malas para a maternidade. À tarde fomos novamente ao consultório do Dr. Rogério - tudo normal, mas só tinha dilatado 3 cm, então fomos para casa. As contrações já estavam fortes, mas suportáveis. Quando foi lá pela meia-noite (eu acho) começaram a ficar MUUUUITO intensas, doloridas, e então chamamos a Tati. A madrugada do dia 19/10 foi looooooooonga: tive contrações durante todo o tempo praticamente, mas sem ritmo, sem serem constantes. Estavam fortíssimas!! Fizemos de tudo, o Lê se manteve firme, dando todo o apoio do mundo! A Tati, ótima, fez de tudo também: massagens, orientações, exercícios, enfim, eu estive super bem amparada por todo o tempo. Lembro de ter usado a bola e ter colocado o lençol na porta para puxar. Também subi e desci escada, e o Lê e a Tati me fizeram comer sempre (damasco, panettone, suco). Quando foi quase de manhã resolvemos dar um passeio de carro para ver se ritmava, mas já levamos tudo caso fôssemos para a maternidade - o que aconteceu, porque eu já estava com muita dor. Na maternidade o quarto já estava pronto, com tudo a nossa espera. Lembro que fiquei bastante tempo na banqueta e na bola, pois era a única posição que doía menos. O Lê ficou o tempo todo comigo - LINDO! A Tati também ficou o tempo todo lá. Inclusive, agora que estou pensando, não sei o que (nem "se") eles almoçaram ou jantaram... Passei o dia todo com muita dor, mas infelizmente não ritmou e não dilatava, então resolvemos colocar ocitocina. Meu maior medo era não aguentar a dor, mas de acordo com o cardiotoco, as contrações já estavam com o máximo de intensidade, então pior não ficaria. E realmente, com a ocitocina as contrações vinham em intervalos de mais ou menos 2 minutos, e ficaram ritmadas, e a vantagem era que duravam apenas cerca de 40 segundos, o que para mim melhorou, porque até então elas estavam em intervalos irregulares e com duração de, mais ou menos, 2, 3 minutos. Passei o dia assim... à tarde fui para a banheira, mas chegou um momento em que eu não aguentava mais MEEEESMO, aí pedi analgesia. Bom, quando foi no fim da tarde não tinha dilatado quase nada... tiramos a ocitocina, depois colocamos de novo... enfim, no fim das contas nada resolveu. Parou nos 7 cm e não foi mais. Então, quando era mais ou menos 18h30, o Dr. Rogério passou no quarto, aí conversamos sobre as reais chances de conseguir o parto natural, e eu cheguei à conclusão de que não adiantava mais, também porque EU não aguentava mais. A Tati e meu marido me dera a maior força para fazer o que eu considerasse melhor... Assim, decidi pela cesárea, e fui feliz para a sal de cirurgia, pois realmente não conseguia mais, e era desanimador pensar em continuar e não dar certo por falta de dilatação. No quarto o atendimento da equipe de enfermagem foi nota 10!! Foram ótimas comigo, super atenciosas e fofas, me respeitaram, enfim, uma alegria!! Em compensação as do centro cirúrgico, foram grossas e carrancudas, bem diferente do tratamento que tive no quarto. Mas tudo bem, não desanimei, eu estava muito feliz para dar valor a isso. Quem deu anestesia foi o Dr. Bongiorno, o mesmo que fez a anestesia da curetagem em 2009. Coincidência??? Ele foi bem legal.
Bom, foi o maior alívio do mundo quando deu a anestesia... foi mesmo!!! rsrsrsrs... Para mim parece que foi logo em seguida, bem rapidamente, que a Mel nasceu!!! Foi MARAVILHOSO quando ouvi seu chorinho e o Dr. Rogério a trouxe para perto do meu rosto.... foi divino, emocionante, a maior alegria do mundo! Então ela foi para a pediatra, Dra. Aline, foi tratada e então ela foi comigo para o quarto. Chegando lá a Tati me ajudou a colocá-la para mamar (me ajudou não, colocou-a para mamar (rsrrssr)), fazendo a pega direitinho, e então a Mel mamou!! Fiquei super feliz!!

Bom pessoal, esse é meu relato, esse foi meu parto, que me trouxe o meu maior tesouro, a Melissa.

Não foi do jeito que eu esperava, mas foi incrível e maravilhoso. Ter passado por todo trabalho de parto, por cada etapa, foi fundamental para que eu não ficasse frustrada com o desfecho final. Sinceramente não fiquei frustrada; claro que se tivesse dado certo eu ficaria ainda mais feliz, mas como fiz tudo, tudo mesmo o que eu podia, ultrapassei e venci todos os meus limites, enfim, dei de mim totalmente, dei todo o meu melhor, então sinto-me plena, sinto-me Mãe, sinto que a Mel nasceu do jeito que tinha que nascer. Aprendi que não é possível termos o controle de tudo, e que nem sempre o resultado será o esperado, mesmo que sigamos a "receita" para isso. Percebi que todo o processo foi engrandecedor, completo e sublime, e que o fato de não ter finalizado do jeito esperado e sonhado não o tornou menos lindo e feliz, pelo contrário, fez-me acreditar, ainda mais, que não estamos aqui à toa, mas sim para crescermos e evoluirmos com as situações de nossa vida.
A todas mamães que tenham ficado tristes e frustradas por terem sido submetidas à (ne)cesárea, quero deixar  uma mensagem de amor: não se sintam assim, pois acima de tudo, nós realizamos o mais importante, o que realmente é sublime: tornamo-nos Mães!!!

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Estar grávida é...

... não dormir direito porque não encontra mais posição confortável, pois de um lado a Mel se mexe, de outro a costela dói
... no início, acharem que você está gorda, desengonçada, desleixada
... ter prioridade nas filas, local para estacionar, e mesmo assim ter vergonha de "abusar" de um direito que é nosso, e muito necessário - principalmente agora no final da gestação, quando sentimos mais dores e cansaço
... não encontrar roupas bonitas - e baratas - que sirvam (aff, roupa específica para grávida é muito cara!!)
... não conseguir mais arrumar a fivelinha da sandália, amarrar o cadarço do tênis, etc - o chinelo e a rasteirinha são nossos melhores amigos
... não alcançar a pia direito - nem do banheiro, nem da cozinha, e ter que ficar na ponta dos pés para escovar os dentes, lavar o rosto, lavar a louça
... andar igual a uma patinha, devagarinho, com os pezinhos meio de lado - que coisinha mais feia... rsrsrs
... querer fazer tudo rápido, e não conseguir fazer, ficando frustrada
... fazer xixi de meia em meia hora - quando sai de casa, todos os lugares em que pára para fazer alguma coisa, aproveita e pergunta: "posso usar o toalete?" - pois é, sinto-me como o Gandalf quando vai passear no condomínio, que para p/ fazer xixi em TODOS os postes do caminho, mesmo que não saia nada... rsrs
... tomar banho e lavar a "poderosa" sem poder enxergá-la
... não conseguir lavar direito os pés  - é, tem que sentar p/ fazer isso...
... ter que comer pouco (porque não cabe no estômago espremido), querendo comer mais e mais e mais e mais.....
... ficar olhando a barriga "procurando" as estrias, e morrer de felicidade de não encontrar nenhuma
... fazer "malabarismos" para fazer amor com seu marido, pois "há uma barriga entre nós"
... abraçar de longe, mesmo estando perto
... estar andando normalmente, e de repente parar com um "ai", porque algum lugar do corpo doeu
... parar em toda loja de coisinhas de bebê e ficar se segurando p/ não comprar nada, porque já tem muita coisa e p/ não desperdiçar dinheiro
... chorar e rir por qualquer coisa
... estar com o pensamento nas nuvens o tempo todo
... ver seu umbigo, tão bonitinho, ir se "aplainando" em sua barriga
... entrar no carro parecendo uma "véínha"
... precisar de ajuda para fechar a porta do carro, quando ela abre inteirona e fica longe
... pedir para o marido buscar a água na geladeira lá no andar de baixo - às vezes por pura preguiça... ; )
... não conseguir ficar muito tempo em nenhuma posição - nem sentada, nem deitada, nem em pé, nem andando, nem parada, etc etc etc
... querer fazer as coisas em casa, mas não ter pique para começar a fazê-las
... fazer fotos e mais fotos grávida, e não cansar de ver como a barriga cresceu
... olhar sorrindo para TODAS as roupinhas, brinquedinhos, enxoval, enfim, para tudo que é da Melissa, e não ver a hora de vê-la em tudo isso
... passar todo dia pelo quartinho dela, mesmo sem ainda estar arrumado, só para ver que está tudo lá
... buscar e querer toda informação possível sobre tudo relacionado ao parto e à gravidez, mas não fazer nem metade porque há muuuuita informação
... buscar e querer toda informação possível sobre ser mãe, e ao mesmo tempo sentir-se totalmente despreparada - e totalmente capaz - de sê-lo
... sentir-se poderosa, linda, em "estado de graça", abençoada a todos os instantes
... saber que a dor do parto não será dor, mas poder, instinto, natureza, Deus, agindo por nós para trazer à vida a nossa maior "criação"
... amar ainda mais o seu marido, por tudo que lhe faz, que lhe proporciona, e por estar sempre contigo, em todos os momentos
... amar, incondicionalmente e acima de tudo, um Ser que você ainda nem conhece pessoalmente, mas que já é o mais importante de toda sua vida, e ao escrever isso, emocionar-se com lágrimas nos olhos


enfim, para mim,


... é a maior felicidade do muuuundo!!

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Sumiço

Oi gente!! Pois é, estou meio sumida, mas é por uma boa causa: estou de licença, em casa, devido a algumas dores que tenho sentido... nada grave, graças a Deus, mas o problema é que sinto muita dor nas costelas, principalmente na direita... eu achava que era por causa da posição da Melissa, ou porque tinha contado errado e já estava chegando a hora de nascer (paranóia mesmo, já conversei com o médico e - é claro - está tudo certo com a contagem) rsrsrs... na verdade a dor é por causa da minha postura e de todo peso que aumentou, além da mudança de centro de gravidade de meu  corpo... enfim, faz parte do "pacote" estar grávida! É interessante como, mesmo assim, cada detalhezinho, cada dor vale a pena, pois sei que é para a vinda da minha filha!
O duro é que essa dor é tããão chata, que para cada 1h, 1h30 sentada ou em pé que fico, preciso deitar uns 20, 30 minutos, de outro modo a dor não passa! Dói quando ri, quando vou deitar, com espirro... Estou um pouco preocupada porque segunda-feira retorno ao trabalho, mas aí vamos ver como vou me sentir... em casa quando começa a doer eu deito, e depois quando a dor passa, até ela voltar, fica tudo normal. 
Bom, além disso, estou em débito com as novidades né! Mel andou ganhando mais presentes, um mais lindo que o outro! Vovó Vera e Vovô Beneti presentearam com o guarda-roupa!! : ) Ficamos muito felizes, porque não tem a mínima chance das coisinhas dela caberem todas na cômoda, conforme havíamos planejado!! : )
Ah! Compramos a banheira com trocador, da Burigotto, muito boa! Pena que eles estão com pouquíssimas opções de desenho do trocador, aí escolhemos o que achamos mais "bonitinho", que foi o desenho de sapinho.
A previsão da chegada da Mel continua a mesma, ou seja, primeira quinzena de novembro. Eu estou torcendo para ser lá pelo dia 05, 06/11 em diante, ou no finzinho de outubro, desde que seja antes do feriadão aqui de São Carlos. Explicando para quem não é daqui: S. Carlos faz aniversário no dia 04/11, portanto, quase sempre temos um grande feriado nessa época, pois emenda o feriado de Finados do dia 02/11. Por isso eu gostaria muito que ela nascesse após o feriado!! : ))
Tirei algumas fotos minhas, mas depois eu coloco, porque tenho que descarregar a máquina, e a costela está começando a doer, ou seja, daqui a pouco tenho que me deitar.
A Melissa mexe bastante, e agora a barriga vai "lá em cima" com cada empurrãozinho que ela dá! Muitas vezes sinto uma bolinha, acho que é o joelho ou o cotovelo dela... rsrsrsrs... outras vezes sinto um empurro maior, aí acho que é o bumbunzinho...rsrsrs...
Outra novidade muuito boa: aqui em São Carlos foi inaugurada a Maternidade da Casa de Saúde, com dois  quartos PPP, e toda uma infra-estrutura nota 10 para partos humanizados. Estamos super felizes com isso também!
Bom, é isso, vou deitar agora! : )
Beijocas

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Chá de Fraldas

Na sexta-feira, dia 26, foi o chá de fraldas para a Mel, feito com carinho por minhas amigas e amigos do trabalho.
Foi um sucesso!! rsrs...
Os comes e bebes estavam uma delícia, o pessoal compareceu, todos animados e felizes, compartilhando da nossa felicidade em esperar a Melissa!!







A Mel ganhou muuitas fraldas!! Foram quase 50 pacotes, totalizando cerca de 1500 fraldas!!! Ficamos muito felizes!!


Beijocas!

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Barriga Dura!! : )

Desde domingo tenho sentido minha barriga bem dura, muitas vezes ao dia... na verdade, praticamente o dia todo!! Acho que são as famosas falsas contrações, ou contrações de Braxton Hicks... mas não sei direito...
Por exemplo, neste exato momento, ela está menos dura, mas não está como semana passada... e qdo fica dura, fica meeeesmo! Parece pedra! rsrs
A Melissa continua se mexendo bem, por isso fico tranquila. 
Também fico sossegada porque acho que é a barriga se esticando né... sei lá...
Estou passando bastante creme pra ver se consigo "dar um migué" nas estrias...rssrsrs... até agora elas não apareceram... ufa! Vamos ver até o final né!
As idas ao banheiro também estão mais constantes, principalmente durante o dia, pois bebo mta água - tenho mta sede!
Faz uma semana e meia mais ou menos que estou tomando um suplemento com mais ferro, pq no último exame deu um iniciozinho de anemia, mas td sob controle.
Tb já tomei a vacina por causa do tipo sanguíneo... esqueci o nome.
Bom, é isso...
Beijocas!

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Melissa Pipoca


Gente, esse post é só para contar que a Melissa não pára de se mexer! Eu AMO isso!! Adoro ver minha barriga “pulando”!! rsrsrsrs...
É engraçado porque algumas pessoas tem aflição, o papai mesmo “assusta” quando faz um movimento muito grande, mas para mim é tão normal, é tão bom ver, porque é sinal de que ela está ali, “a todo vapor”, sadia, em desenvolvimento.
Ela tem mexido o dia todo, mas principalmente quando fico um tempo sentada. À noite, em casa, quando me deito, aí sim, ela faz umas estripulias!! Rsrsrs... Acho que é porque tudo relaxa e sobra mais espaço né!
Enfim, essa fase é muito legal, porque a cada dia a Mel vai ficando mais “concreta”, mais presente em nossas vidas!!
Beijocas